Qual Empréstimo pode ser uma Dívida boa

A cultura dos países são diferentes, mas algumas coisas são parecidas, um exemplo: a maioria das pessoas receberam o ensinamento que sem crédito e nome limpo na praça não dá para seguir em frente nos negócios, isso é uma verdade. Também fomos ensinados e estimulados através de avalanches de publicidades que somos inundados todos os dias que dizem que podemos ter tudo o que queremos.

Divida boaNas novelas, nos filmes e principalmente em comerciais, os cidadãos são induzidos a acreditar que tudo que precisamos esta a mão se usarmos o nosso cartão de crédito, cartão de débito ou seu talão de cheques.

Isso tem causado grandes prejuízos para as pessoas, tanto emocionalmente quanto financeiramente, muitos estão se tornado impaciente, querem tudo para já, além de disso, muitos estão trabalhando para o que os outros querem e não para o que queremos.

Não é a quantidade de dinheiro que faz a diferença, mas sim a forma como você usa o dinheiro. Vamos considerar duas famílias distintas mas com rendimentos iguais. Classificaremos como família A e família B.

A família A utiliza crédito. Eles fazem uso constante de cartões de crédito, possuem financiamento de veículo e ainda estão pagando o empréstimo imobiliário do apartamento comprado a longo prazo e pagam algumas contas em atraso constantemente.

A Família B paga quase tudo em dinheiro, usa o cartão de débito e os cartões de crédito quando utilizados, são pagos em dia. Analisando melhor as duas famílias podemos entender que a Família B tem uma renda líquida maior que a da família A, baseado no fato de que a família A esta pagando juros de empréstimos e financiamentos e ainda paga em alguns juros de mora e multas por atraso de contas de consumo.

Qual Empréstimo ou Financiamento pode ser uma dívida boa?

Toda dívida não surge do nada, ela sempre é criada, para o bem ou para o mal. Vamos classificar a dívida como dívida boa e dívida ruim. Para simplificar a idéia, vamos dizer que a dívida boa é um empréstimo ou financiamento de um bem que possa ser vendido a qualquer momento e saldar a própria dívida, ou quando a dívida pode ser reduzida e talvez gerar lucro.

A dívida ruim, é quando você paga um empréstimo de um bem que vai perder o valor ao longo do tempo. O empréstimo imobiliário talvez seja uma dos melhores exemplos de dívida boa, o empréstimo para reforma ou construção também pode ser considerada outra forma de dívida boa, principalmente quando o imóvel é reparado ou melhorado, valorizando o imóvel para venda ou renda com aluguel.

Por outro lado, o empréstimo imobiliário com garantia de imóvel torna-se uma dívida ruim porque os recurso liberados na transação quase sempre não são usados para a melhoria do imóvel ou para a manutenção do imóvel, e sim para pagamento de outros fins.

Esses são apenas alguns exemplos de empréstimos que classificamos como ruins, mas existem diversos tipos de empréstimos que são ruins e que estaremos mencionando em outros artigos.

Previous ArticleNext Article

2 Comentarios

  1. É a primeira vez que consigo falar com voces, mas por favor envie-me uma proposta, se possível ainda hoje . Obrigada

  2. desejo quitar a minha divida , só não quero pagar o abuso de juros existentes em meu cartão. Já fui em´uma loja para negociar mas foi impossivel. Quero pagar o justo pois já paguei algumas prestações, mas infelizmente não foi possível quitar. por favor me envie ou ligue-me, para negociarmos. Desde já os meus agradecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *