Financiamento para despesas de documentação de imóveis

“A Caixa Econômica Federal passou a conceder financiamento das despesas de cartório e despesas como o ITBI para documentação da casa própria”. Quem compra um imóvel na planta espera não vê a hora de receber as chaves do imóvel, esse é o grande sonho de muito brasileiros, no entanto, além de ter que dá o valor em dinheiro das chaves, têm ainda que conseguir o financiamento do imóvel com algum banco. Fora isso, o proprietário também têm que arcar com outros encargos e custos de cartório que antes não eram financiados, tinham que ser pagos à vista.

Para resolver esse problema, a Caixa Econômica Federal começou desde o dia 4/12 a conceder o financiamento das despesas cartorárias e do ITBI – Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis para Aquisição de Imóvel Novo e Usado, mas, para isso o mutuário deve usar as linhas de financiamento com Carta de Crédito do FGTS e Carta de Crédito SBPE, essa modalidade de crédito utiliza recursos da poupança, serve inclusive ao Programa Minha Casa Minha Vida.

Essa iniciativa da Caixa Econômica Federal em fornecer crédito para fazer o financiamento do valor das despesas cartorárias e do ITBI vai se tornar uma grande vantagens em relação a outras instituições, quem já teve que pagar essas custas sabe que os valores são bem significativos e se a família não tiver uma reserva, com certeza tumultuar o orçamento familiar.

Assim como o financiamento imobiliário, essa linha de crédito promete oferecer taxas de juros baixas. Vale lembrar que as despesas com esses tipos de impostos chegam a custar 4% do valor concedido para o financiamento da compra do imóvel, o valor não pode ultrapassar a quota do programa, da modalidade de financiamento e nem a quota estabelecida pela avaliação de crédito do mutuário.

A Caixa Econômica Federal (CEF) pretende facilitar ainda mais a compra do imóvel para o consumidor, a medida foi criada baseada no fato de que, esses custos nem sempre estão disponíveis para o mutuário, o valor será diluído no saldo do financiamento habitacional, desta forma os custos não afetarão o orçamento da família nem as despesas do cotidiano.

Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *