Emprestar Nome para fazer Empréstimo Pessoal

Para fazer um empréstimo pessoal o cidadão antes de mais nada precisa estar trabalhando para poder pagar as parcelas da operação de crédito. Segundo: ele deve ter uma conta bancária com movimentação, pode até ser uma conta-salário, terceiro e mais importante, estar com o nome limpo na praça, ou seja, não ter o seu nome inscrito nos órgãos de proteção por causa de débitos financeiros, isto sem dúvidas atrapalha tanto na concessão de empréstimos quanto em outras áreas da vida da pessoa.

Já faz muito tempo que as pessoas sofrem com um problema crônico nas famílias e entre amigos, o “empréstimo do nome”, o “empréstimo do nome” acontece quando uma pessoa esta com o nome sujo e precisa de empréstimo, então ela pede para uma pessoa com nome limpo e ésta utiliza o seu próprio nome para obter um empréstimo para quem esta com o nome sujo.
emprestar o nome para empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal para terceiros em geral é feito entre membros da família, entre amigos e colegas, entre avô e netos etc., outra forma de empréstimo do nome é quando o cidadão “empresta seu nome” para ser avalista ou fiador de empréstimos ou financiamentos de bens. Mas o campeão de problemas é o empréstimo do nome através de cheques.

Todos os casos citados são problemáticos, emprestar o nome é uma ação que deve ser muito, mas, muito bem pensada antes de partir para a conclusão da operação. O mais prudente é não “emprestar o nome para terceiros”, principalmente em operação financeiras que envolvem o empréstimo pessoal de dinheiro, mas se não tiver jeito, verifique se realmente o pedinte tem capacidade de arcar com mais esse compromisso, uma vez que ele já esta com o nome restrito na praça, a probabilidade de ele não pagar é imensa.

Vale lembrar que se a pessoa por algum imprevisto não consiga pagar o empréstimo tomado em seu nome, você é o responsável jurídico pelo débito, portanto caberá ao fiador, avalista ou dono do cheque o pagamento de todas as parcelas do empréstimo não honrada pelo familiar, amigo ou parente. Caso os pagamentos não sejam realizados, o emprestador do nome também ficará com nome no SPC e Serasa.

Conclusão: Quer se livrar de problemas, se algum parente, amigo ou familiar te pedir para fazer um empréstimo em seu nome, pondere, pense e decida pelo não, o mais provável é ficar sem o dinheiro e sem a amizade da pessoa. Pode até acontecer o contrário, e a pessoa pagar direitinho o empréstimo no nome do terceiro, mas isso é raro.

Previous ArticleNext Article

1 Comentario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *